SET Nordeste 2018: Inteligência Artificial já salva vidas e pode salvar conteúdos

A inteligência artificial (IA) como oportunidade de distribuição e criação de conteúdo foi o tema do painel moderado por Jair Soares Ventura, Gerente de Tecnologia, Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, a tarde nesta SET Nordeste 2018, em Fortaleza (CE).

O painel analisou oportunidades e vislumbrou possíveis formas de se explorar a distribuição de conteúdo apoiada em Inteligência Artificial, e como a adoção de novas tecnologias, agregando valor aos processos existentes, pode trazer resultados surpreendentes. “As empresas modernas têm superado as tradicionais através de processos disruptivos que integram diferentes tecnologias e eliminam barreiras”, explicou.

Tiago Cunha, Gerente de Projetos da SNews abordou o assunto pelo ponto de vista de que estamos experimentando, talvez da forma mais intensa da história, tecnologias de transformação chegando ao ponto de maturação ao mesmo tempo. “Estamos observando a criação de ferramentas que de fato são aplicáveis e fazem diferença sensível para o usuário. Tecnologias como a da Inteligência Artificial mudaram completamente a maneira de lidar com os ativos de mídia, a forma de distribuição, novas maneiras de monetização e redução da estrutura de custos”, disse.
Como exemplo, cita o fato de ouvirmos que a internet ia acabar com a televisão. “Não vai não. Hoje sabemos que ela pode acabar com a maneira de ver televisão aberta, mas ela em si não vai acabar porque novas maneiras e práticas surgem, como o OTT”, exemplifica.

Outro ponto importante observado nos últimos anos, segundo o palestrante, é a necessidade de revisão dos processos empresariais dos grupos de comunicação “que devem cada vez mais mudar o foco da plataforma para o conteúdo, em fluxos cada vez mais orientados para o fato que será contado”. Dois exemplos são o Newswhip e Narrative Science, que já existem e têm baixo custo de produção. “Eles orientam para onde o seu conteúdo deve ir e em qual plataforma ele deve ser veiculado”, enfatiza.